2013/10 Outubro

2013/10 Outubro

Há a cultura, a fé, o amor, a solidariedade. Que será, porém de Portugal quando deixar de ter dirigentes que acreditem nestes valores?
As primeiras décadas do próximo milénio serão terríveis. Miséria, fome corrupção, desemprego, violência, abater-se-ão aqui por muito tempo. A Comunidade Europeia vai ser um logro. O Serviço Nacional de Saúde, a maior conquista do 25 de Abril, e Estado Social e a independência nacional sofrerão gravíssimas rupturas. Abandonados, os idosos vão definhar, morrer, por falta de assistência e de comida. Espoliada a classe média declinará, só haverá muito ricos e muito pobres. A indiferença que se observa ante, por exemplo, o desmoronar das cidades e o incêndio das florestas é uma antecipação disso, de outras derrocadas a vir.

Natália Correia
Do livro “O Botequim da Liberdade”, de Fernando Dacosta