2013/07 Julho

2013/07 Julho

Os portugueses são naturalmente sofredores e pacientes: muita arrochada há-de ser a corda com que de mãos e pés os atem seus opressores, antes que rompam em um só gemido os desgraçados.

Um murmúrio, uma queixa… nem talvez no cadafalso a soltarão!

Vendem-nos os desleais pegureiros de quem nos deixamos governar.

Vendem-nos, enxotam-nos para a feira, a cajado e a latido e mordidela de seus matins; e nós vamos e nem gememos.

Tal é, com as diferenças de avariados nomes e datas, a história de Portugal!

Almeida Garret
(Carta de M. Servola – 1830)