1995. AS LINHAS MÍTICAS DO PENSAMENTO PORTUGUÊS